Collecção de tratados e concertos de pazes que o estado da India portugueza fez com os reis e senhores com quem teve relações nas partes da Asia e Africa Oriental desde o principio da conquista até ao fim do seculo XVIII, 4. cilt

Ön Kapak
Imprensa nacional, 1884

Kitabın içinden

Kullanıcılar ne diyor? - Eleştiri yazın

Her zamanki yerlerde hiçbir eleştiri bulamadık.

Seçilmiş sayfalar

Diğer baskılar - Tümünü görüntüle

Sık kullanılan terimler ve kelime öbekleri

Popüler pasajlar

Sayfa 85 - ... Províncias terão aução de novo contra os portugueses e ficarão com o mesmo direito que antes de feito este tratado lhes podia competir e por esta razão se terá por perdido para El-Rei eo Reino de Portugal e devoluto aos ditos Estados sem se poder repetir tudo o que em virtude do primeiro parágrafo ou artigo deste tratado se houver dado em pagamento do mesmo modo se pelos ditos Estados se quebrar este pacto, ficará El-Rei de Portugal com o mesmo direito que por algum modo ou via que seja...
Sayfa 94 - Regis regnique hostes et adversarios transvectet; nee minus iisdem foederatis Belgis integrum relinquatur ac permittatur in universam ditionem dicti regis quascunque merces res etiam ad armaturam, bellum ac militarem annonam pertinentes inferre easque non minus magna quam exigua copia venales exponere. ..." In 1662 France and the United Provinces entered into a treaty of alliance, commerce,* and navigation, in which the provisions of Articles XXVIII and XXIX, dealing with contraband, are identical...
Sayfa 103 - ... que não passem de seis naus de guerra juntas; e nos portos menores, que se acham sem fortalezas, que os defendam, não passem de tres, salvo em caso de urgente necessidade, nem...
Sayfa 105 - ... jurisdição de uma ou outra das ditas nações, antes os mandarão restituir aos donos ou...
Sayfa 4 - ... bem: averá hy qatrocentas e cymqoemta almas; estaas cativas e estas molheres que casão, tornam a suas casas e desenterram suas joyaas e suas fazendas e suas arrecadas douro e aljofar e Robis, e colares e manylhas, contas, e tudo lhe deixo a elas .ea seos marydos : os bens e terras da mezquyta deixo á ygreja da emvocaçam de santa cateryna, em cujoo dia nos noso senhor deu a vitoria polos merecimentos dela, a qual ygreja mando fazer demtro na forteleza na cerqua grande. Lá mando a vosa alteza...
Sayfa 83 - undro das livremente navegar e fazer viagem a todas as colonias, ilhas, "so d"do pael0' provincias, terras, portos , cidades, villas e logares de commercio que obedecem a el rei de Portugal em Africa, em que se comprehende a ilha de S.-Thomé , e...
Sayfa 68 - ... ellas falarám por mim e por elle : deixo a india com as principaees cabeças tomadas em voso poder, sem nela ficar outra pendença senam cerrar se e mui bem a porta do estreito...
Sayfa 103 - ... de outras Nações não menos confederadas com o seu Estado. Que se acaso maior numero de navios de guerra chegar a um mesmo porto, não poderão as ditas naus por algum modo entrar nelle, sem primeiro...
Sayfa 94 - ... provinciarum quam ex aliis quibusvis portubus ac terris in quascunque orbis regiones et ad quascunque gentes transferre tarn inimicas regi regnoque Lusitaniae quam arnicas ac foederatas nee dicto Regi ejusve subditis aut ministris huic rei moram aut impedimentum afferre liceat per detentiones, repressalias, pignorationes ullove alio modo sive id directe aperteque sive oblique ac occulte fiat, dummodo dictus fcederatorum Belgarum populus ex ipsis portubus Lusitanis armorum nihil apparatus aut...

Kaynakça bilgileri