Sayfadaki görseller
PDF
ePub

13

Collecção

de

Tratados e concertos de pazes

Portugal, Treaties, etc,

Collecção

de

Tratados e concertos de pazes

que o

Estado da India Portugueza

fez

com os Reis e Senhores com quem teve relações

nas partes

da Asia e Africa Oriental

desde

o principio da conquista até ao fim do seculo xviii

por

Julio Firmino Judice Biker

Primeiro Official e Chefe de Repartição aposentado
da Secretaria d'Estado dos Negocios Estrangeiros, Socio correspondente

do Instituto de Coimbra,
e da Real Academia de Historia de Madrid,

e Official da Academia.em França

Tomo XIII

Lisboa-Imprensa Nacional - 1886

JX
826
.1881

13.

Stephen Spaulding hem.
hyli 1015.60
SS-4 386

III.mo e E. Sr.- Pela continuação dos seus obsequiosos brindes renovo a significação do meu reconhecimento. Por intermedio do meu hom vi. sinho Sr. Mendes, recebi hum dos dias passados o tomo xi da Collecção dos Tratados e Convenções etc. Todos os volumes de que ella se compõe contêem documentos e noticias interessantes. Este ultimo não desdiz dos anteriores. Li n'elle com especial altenção as peças officiaes res. pectivas ao trafico da escravatura, e as relativas ao Padroado de Portugal no Oriente, que acaba de ser objecto das novissimas negociações com a Santa Sé, por cujo feliz resultado, segundo officialmente consta, nos devemos congratular.

Tambem com V. me congratulo por ver quasi concluida a sua laboriosa e honrosa tarefa historico-diplomatica, da bem dirigida e bem coordenada Collecção, que tem merecido e continuará a merecer distincto logar em todas as Bibliothecas Publicas da Europa e da America, e igualmente em todas as livrarias particulares dos portuguezes e brazileiros, a quem não for cousa indifferente o conhecimento da historia e da diplomacia nacionaes.

Repetindo os meus agradecimentos, tenho a honra de ser respeitosa mente.

De V. E.

venerador amigo e creado obrigadissimo

S. C. Belem 12 de Junho de 1886.

Antonio José Viale

III.m. e E. Sr.- Acabo de receber o tomo xil da Collecção dos tratados de pazes, continuando V. a honrar-me e distinguir-me com estes favores, que muito penhoram a minha gratidão.

Continúa, tambem, o interesse dos documentos desta preciosa obra, sendo-me agradavel sobremaneira a leitura dos que respeitam a questão do nosso Padroado no Oriente, que se diz agora resolvida, como requeria o nosso direito.

Folguei, particularmente, de ler a Nota ao Breve Multa præclare, e as instrucções dadas ao Arcebispo eleito Santa Ritta, e depois ao Arcebispo Torres, ambos Monges Bendictinos, que ainda conheci no seu collegio de S. Bento desta Cidade.

« ÖncekiDevam »